Sem categoria

25 Anos da AMODEFA- um centro de excelência em saúde reprodutiva

No âmbito das suas actividades comemorativas dos 25 anos da sua criação, a AMODEFA organizou no dia 4 de Julho de 2015, uma Feira de Saúde, que marcou o culminar das suas actividades comemorativas.

Participaram da Feira cerca de 2000 pessoas, entre elas, estruturas governamentais do distrito, parceiros de implementação e cooperação, assim como, os residentes do Bairro da Mafalala e voluntários membros fundadores desta agremiação, representados pelo Dr. Pascoal Mocumbi. Segundo Dr. Marcelo Kantu (Director de Programas Interino), 25 anos significam “crescimento da AMODEFA. Que conseguiu ter suas instalações próprias e 8 delegações pelo país”.

Foram vários os desafios que a AMODEFA enfrentou, dentre eles, sair da posição de observador e passar para uma posição efectiva dentro da Federação, assim, em 2010, tornando-se membro pleno de direito, onde passa a ter voz para eleger e ser eleita. Por outro lado, graças ao trabalho desenvolvido pelos seus colaboradores e voluntários, a AMODEFA foi eleita como um centro de Aprendizagem para os países de Língua numa verdadeira escola em área de Saúde, em especial para a Saúde Sexual Reprodutiva”, afirmou a nossa fonte, Dr. Kantu. Portuguesa em matéria de Saúde Sexual Reprodutiva e sua clínica jovem como SAAJ de referência, pelo MISAU. Hoje, o principal desafio para a AMODEFA é “tornar esse centro de aprendizagem

Read more...

25 Anos da AMODEFA- um centro de excelência em saúde reprodutiva

No âmbito das suas actividades comemorativas dos 25 anos da sua criação, a AMODEFA organizou no dia 4 de Julho de 2015, uma Feira de Saúde, que marcou o culminar das suas actividades comemorativas. Participaram da Feira cerca de 2000 pessoas, entre elas, estruturas governamentais do distrito, parceiros de implementação e cooperação, assim como, os residentes do Bairro da Mafalala e voluntários membros fundadores desta agremiação, representados pelo Dr. Pascoal Mocumbi. Segundo Dr. Marcelo Kantu (Director de Programas Interino), 25 anos significam “crescimento da AMODEFA. Que conseguiu ter suas instalações próprias e 8 delegações pelo país”.

Foram vários os desafios que a AMODEFA enfrentou, dentre eles, sair da posição de observador e passar para uma posição efectiva dentro da Federação, assim, em 2010, tornando-se membro pleno de direito, onde passa a ter voz para eleger e ser eleita. Por outro lado, graças ao trabalho desenvolvido pelos seus colaboradores e voluntários, a AMODEFA foi eleita como um centro de Aprendizagem para os países de Língua numa verdadeira escola em área de Saúde, em especial para a Saúde Sexual Reprodutiva”, afirmou a nossa fonte, Dr. Kantu. Portuguesa em matéria de Saúde Sexual Reprodutiva e sua clínica jovem como SAAJ de referência, pelo MISAU. Hoje, o principal desafio para a AMODEFA é “tornar esse centro de aprendizagem

Read more...

AMODEFA participa no encerramento da III edição do FESTCOM

“Como fazer das artes cénicas e dramáticas uma profissão credível na sociedade Moçambicana” Foi o tema que marcou o fim da III edição do festival de Dança contemporânea, que iniciara no dia 01 de Agosto até o dia 14 do mês em curso. O evento aconteceu na Escola de Comunicação e Arte (ECA), às 10 horas, com a actuação de uma dupla, com um número de dança contemporânea., seguida da entrada dos participantes na sala para o debate que marcava o fim da edição. Sob a orientação do Professor Doutor João Miguel, o qual elogiou os organizadores e parceiros pela iniciativa, dentre os quais a AMODEFA destacou-se durante os dias do evento, marcando o fim do mesmo com a exposição dos seus produtos e serviços.

Segundo João Miguel, debater o tema acima proposto, primeiro, é necessário entender-se o sentido da Arte e da Ciência, dois termos controversos, porém, complementares. A arte é uma forma de conhecimento, segundo a qual o artista busca retratar uma verdade sobre o homem, porém, uma ciência irresponsável. Enquanto ciência precisa justificar-se, demostrar a sua verdade. Para João Miguel, a ciência ajuda a fazer melhor a arte. Ambas complementam-se. Como forma de tornar as artes cénicas e dramáticas rentáveis em Moçambique, João Miguel propõe o tensionamento do senso comum sobre a arte ser apenas um dom, que faça-se valer na sociedade e no seio artístico o quanto a teoria e a prática são necessárias no âmbito artístico, dai a existência de academias e, ainda, que os artistas devem apostar no Marketing. Com o avanço da tecnologia, temos várias redes sociais, câmara no celular, entre outros aplicativos que o artista pode usar para fazer valer a sua arte na sociedade. A AMODEFA conseguiu cumprir com mais uma das suas actividades, desenvolvidas no contexto das parcerias com as Associações culturais. Onde desde as primeiras horas até ao fim do evento, apresentou os seus produtos.

Read more...

Será que é fácil falar o ser jovem nos dias de hoje?

Ser Jovem hoje não significa não ter personalidade própria, ou dar ouvidos as tantas asneiras no dia a dia e considerá-las ” o máximo” e ainda achar que isso é algo de extrema importância para vida; Você que é Jovem, se deixar impressionar com a tecnologia e com as subitas mudanças de habitos e custumes sociais, com tanta facilidade e não procurar perceber que por detrás de tanto benefício se esconde tantas armadilhas capazes de destruir completamente o modelo de vida ideal onde se possa preservar, viver a moral e os bons costumes de uma sociedade sã, está muito enganado;

Você Jovem que se torna “Maria-vai-com-as-outras” sob todos os aspectos da vida, congelando e até mesmo atrofiando o próprio raciocínio, tornando-se dependente das idéias alheias e incapaz de produzir pensamentos e conclusões genuinamente próprios; Você Jovem que banaliza a instituição chamada FAMILIA colocando-a em último plano na escala sentimental, colocando o seu coração principalmente nos “amigos,” no dinheiro e nos “Tshiling e divertimentos” (passagens de ida sem volta);

Você Jovem que tornar-se refém do capitalismo em sua forma mais hipinótica, acatando às suas ordens de se despir da racionalidade e tranformar-se em um ser compulsivamente materialista em troco de um celular ou cabelo Brasileiro; Você Jovem quer correr a busca da estabilidade – que é normal – mas sem notar que esse próprio capitalismo transformou a educação num objecto de consumo tão comum que hoje ela é traduzida num diploma tão desvalorizado, porém de custo tão superfaturado e o seu portador tão desqualificado e despreparado e quepode terminar com uma gravidez e ou uma infecção do HIV/SIDA e um arrepedimento sem volta. Saiba que ser jovem hoje, não é se considerar o mais importante de todos, o rei do pedaço, sem perceber que lá no fundo não passa de um Zé-Ninguém ou uma maria vai com todas. Portanto, ser jovem hoje é ser você próprio e com raízes de um mesmo ideal da sua família ancestral e vontade própria de vencer na vida e sobretudo NÃO SER as tantas outras coisas, tudo isso acima, salvo as excessões.

Read more...