Author - wintel

“As meninas são submetidas aos casamentos prematuros para responder as necessidades da família”

Num encontro marcado pelo MISAU, sob orientação da Repartição da Saúde Escolar e do Adolescente, meninas preparadas para o trabalho de activismo em SSR afirmam estar dispostas para encarrar o trabalho e, com vontade de fazer mais pela sociedade, uma vez que acreditam que um dos maiores problemas que afecta o mundo é o HIV/SIDA, que em Moçambique o índice está em 11.5% de prevalência. “As meninas são submetidas aos casamentos prematuros para responder as necessidades da família, o que também aumenta o número de infecções, porque na maioria dos casos elas casam com homens acima dos 20 anos, como fonte de rendimento à família”, afirmou uma das participantes. Casamentos Prematuros, consumo de alcoól e de drogas são os principais temas que os activistas propõem-se a desenvolver nas comunidades.

Read more...

Dia Nacional do Jornalista

Hoje, celebra-se o dia Nacional do Jornalista. Neste âmbito, importa lembrar o que os profissionais de saúde pensam em relação ao Jornalismo ligado à saúde em Moçambique. “Há défice de jornalistas formados em matérias de saúde, por isso vários artigos escritos e divulgados na imprensa sobre saúde possuem informações superficiais” disse Alain Kassa, médico e representante da NAIMA+ Para Arsénio Manhice, Especialista de Mídia para Advocacia e Aliança noMSP, apesar de nos últimos tempos termos verificado no nosso país o surgimento de mais órgãos de comunicação social, ainda temos pouca informação divulgada nesta temática. A questão da falta de profissionais capacitados faz que, nalgum momento, apareçam matérias divulgadas “sem uma investigação profunda, feitas na base do sensacionalismo. Entretanto, existem muitos aspectos sobre saúde que não são divulgadas”. Por exemplo, há muita informação sobre malária, HIV/SIDA e outras doenças negligenciadas, que são apenas divulgada em datas comemorativas.

Fonte: IREX

Read more...

Indução de Santos Simione como novo Director na AMODEFA

Processo liderado pela IPPFARO com objectivo de orientar o novo Director Executivo, Santos Simione, nos processos e sistemas da IPPF, assim como dar a conhecer o processo operacional da instituição. Durante o processo, teve-se encontro com os gestores seniores e oficiais das diferentes áreas, com a excepção da logística que esteve ausente e com a participação de uma equipa da IPPFARO liderada pela Dra. Dudo Simelane e coadjuvada pela Dra. Adelaide Liquidão. No primeiro encontro foram apresentadas as diferentes iniciativas da IPPF onde se destacou, a violência baseada no género e que Moçambique é parte integrante da iniciativa; a conferência do Planeamento Familiar a ter lugar no Zimbabwe; a ICAZA e os processos de elaboração do Plano Estratégico e dos Planos de Trabalho e Orçamento para 2016, em cursos nas várias AM´s (Associações Membros). Ainda no âmbito do processo de indução do novo Director Executivo, foi realizada uma visita de campo ao Distrito de Boane e Cidade de Maputo, onde foram visitar alguns programas com destaque para o SAAJ´s de Boane e Cuidados Domiciliários no mesmo distrito e Cidade de Maputo, isto no dia 19 de Agosto corrente. Ainda na Cidade de Maputo, foi implementada uma Brigada Móvel no Bairro Hulene “A”, a visita manteve contactos com a administração local, com as provedores e algumas beneficiárias dos serviços. Em conversa com a doutora Adelaide Liquidão, ela afirmou que havia uma necessidade de fazer a indução do novo Director, Santos Simione, assim como verificar se a AMODEFA está a responder ao plano desenhado pela IPPF em Maio de 2014, para sair dos desafios que atravessa. A nossa entrevistada afirmou que em todas visitas feitas às instalações da AMODEFA nos diferentes pontos da província apurou que a Amodefa é forte na Provisão de serviços, e espera que a mesma possa continuar a melhorar e tornar-se referência. O que pode acontecer com a ajuda de todos colaboradores, o Santos Simione representa uma esperança na revitalização da AMODEFA, mas é preciso que todos colaboradores sejam proactivos e façam valer a inovação.

Read more...

O dia 16 de Setembro marca o Dia Mundial Anual do Preservativo Feminino

O dia 16 de Setembro marca o Dia Mundial Anual do Preservativo Feminino – um dia de educação e de advocacia dedicado aos preservativos femininos. Em 2011, várias organizações internacionais e activistas de diversos países decidiram que o preservativo feminino deveria ter um dia seu. Após vários debates, o dia 16 de Setembro foi escolhido como o Dia Mundial do Preservativo Feminino. Nesse âmbito, associações ligadas a área de saúde concentraram-se na AMODEFA para a marcha que marcou a celebração do dia. Parabéns pela conquista mulheres…

Read more...