Monthly Archives - Março 2015

A ESPOSA do Presidente da República

Maria da Luz Guebuza, foi ontem entronizada pela AMODEFA (Associação Moçambicana para o Desenvolvimento da Família) devido à sua liderança na promoção do planeamento familiar, saúde sexual e reprodutiva, instrumentos-chave para a redução da mortalidade materna e infantil, numa cerimónia que decorreu nos espaços do Conselho Municipal da cidade de Maputo.Num ambiente de festa, dança e música, foi oferecido à primeira-dama um certificado, quadro, estatueta de cristal, vela e cheque de um metical. Para a AMODEFA, o valor do cheque significa que a solidariedade, a luta, a dedicação e entrega da Maria da Luz Guebuza à causa da mulher não têm preço. Com a vela, aquela organização pediu a esposa do Presidente da República para que mantenha a chama acesa de modo a servir de luz, orientação e inspiração para os jovens.

Segundo a AMODEFA, a esposa do Presidente da República contribui, entre outras acções, na busca da vacina contra o cancro do colo do útero que já está a ser administrada no nosso país, ainda que na fase piloto.“A cerimónia revela incontestavelmente o contributo da mamã Maria da Luz Dai Guebuza no combate aos males sociais que ainda grassam a nossa sociedade”, referiu, na ocasião, Lucília Hama, governadora da cidade de Maputo.Lucília Hama apontou os casos de casamentos prematuros, violência doméstica e praticada contra idosos, morte de mulheres no parto, prostituição e trabalho infantil, como sendo alguns problemas sociais que minam o desenvolvimento não só de Maputo, mas de todo o país.Falando após ser homenageada, Maria da Luz Guebuza disse que recebe a missão de ser patrona da saúde sexual e reprodutiva, planeamento familiar num momento nobre da AMODEFA, pois completou este mês 25 anos de sua existência. A acrescentou ainda que se empenhará para cumprir com êxito a missão que lhe foi confiada por aquela organização da sociedade civil moçambicana.

Segundo Maria da Luz Guebuza, o Governo de Moçambique dá atenção especial à saúde sexual e reprodutiva, criando condições para assegurar informação, serviços de saúde aos moçambicanos para evitar gravidezes indesejadas, através do planeamento familiar, bem como condições para que as mulheres tenham partos seguros.

Read more...

AMODEFA conta com novo Director Executivo

Trata-se de Santos Simione, que foi recentemente apresentado numa reunião com o pessoal, pela Presidente do Conselho de Direcção, Doutora Ester Mussá Silveira, que considerou ser uma honra contar com Santos Simione no quadro do pessoal da AMODEFA. Em conversa com Santos Simione, a nossa equipa apurou que para ele, trata-se de uma oportunidade ímpar trabalhar para AMODEFA. Aliás, a associação com a qual já vinha a se relacionar desde 2006, Santos Simione disse ainda, esperar responder convenientemente ao cargo a que foi incumbido.

Pouco antes do início das suas funções, Santos Simione participou na Reunião Anual do Conselho Regional da IPPF bem como da Assembleia Geral da ACEMAAR (Associação dos Directores Executivos das Associações membros da IPPF), nos quais foram abordados assuntos relacionados com a nova expectativa do IPPF 2016-2022, além d apresentação dos relatórios e planos da ACEMAAR referente a 2014 e 2015, respectivamente. Lembre-se que a AMODEFA teve que melhorar o seu desempenho em diferentes níveis para ser acreditada como membro de pleno direito do IPPF, eleita no ano de 2010.

Santos Simione disse acreditar que o maior desafio é conseguir manter-se como membro de pleno direito do IPPF, assim como manter a sua posição de forma satisfatória como centro de aprendizagem para os Países da África Austral, em matéria de Saúde Sexual e Reprodutiva.

Read more...

AMODEFA participa no encerramento da III edição do FESTCOM

“Como fazer das artes cénicas e dramáticas uma profissão credível na sociedade Moçambicana” Foi o tema que marcou o fim da III edição do festival de Dança contemporânea, que iniciara no dia 01 de Agosto até o dia 14 do mês em curso. O evento aconteceu na Escola de Comunicação e Arte (ECA), às 10 horas, com a actuação de uma dupla, com um número de dança contemporânea., seguida da entrada dos participantes na sala para o debate que marcava o fim da edição. Sob a orientação do Professor Doutor João Miguel, o qual elogiou os organizadores e parceiros pela iniciativa, dentre os quais a AMODEFA destacou-se durante os dias do evento, marcando o fim do mesmo com a exposição dos seus produtos e serviços.

Segundo João Miguel, debater o tema acima proposto, primeiro, é necessário entender-se o sentido da Arte e da Ciência, dois termos controversos, porém, complementares. A arte é uma forma de conhecimento, segundo a qual o artista busca retratar uma verdade sobre o homem, porém, uma ciência irresponsável. Enquanto ciência precisa justificar-se, demostrar a sua verdade. Para João Miguel, a ciência ajuda a fazer melhor a arte. Ambas complementam-se. Como forma de tornar as artes cénicas e dramáticas rentáveis em Moçambique, João Miguel propõe o tensionamento do senso comum sobre a arte ser apenas um dom, que faça-se valer na sociedade e no seio artístico o quanto a teoria e a prática são necessárias no âmbito artístico, dai a existência de academias e, ainda, que os artistas devem apostar no Marketing. Com o avanço da tecnologia, temos várias redes sociais, câmara no celular, entre outros aplicativos que o artista pode usar para fazer valer a sua arte na sociedade. A AMODEFA conseguiu cumprir com mais uma das suas actividades, desenvolvidas no contexto das parcerias com as Associações culturais. Onde desde as primeiras horas até ao fim do evento, apresentou os seus produtos.

Read more...